sábado, fevereiro 11, 2012

Ecrã

japoneiraphoto by me





não posso ficar mais tempo, querem fechar a sala


as cortinas fecham-se sobre o ecrã





e de resto a tua mão abandona-me aos poucos


caída no veludo coçado das cadeiras





enquanto o umbigo seca de saliva


a minha boca desloca-se do teu sexo


como a última imagem triste


do final feliz que nunca vimos





é tudo um súbito clarão


iluminado como uma polaroid antiga


talvez chova lá fora agora





e o amor seja um coração lavado


por dentro da água sem nenhuma imagem





bem sabes que não posso ficar mais tempo


e a sala está já fechada




Nuno Falber

1 comentário:

Eu, Lu disse...

Sempre se quer ficar mais tempo, mas quando esse tempo foge.........é como se a vida fugisse também.