quarta-feira, setembro 16, 2009

Lá em baixo sobre o mar conheci um pássaro com asas no lugar do olhar.
Segredou-me melopeias embirrantes em si bemol
estupidamente desembrulhadas em papel de rebuçado.
Se eu pudesse vincava-lhe o corpo em linhas de lume
e eternizava-o em algodão doce
mas só o sei matar para o poder esquecer.


abiom
em Lx









"Leio-te em Braille, cega de tanto te esperar."
Joana Serrado

1 comentário:

tratadodebotanica disse...

que linda morada para a Botânica. Um sopro para as flores respirarem. Gosto muito também da tua ode ao Porto. O meu próximo tratado vai ser sobre o Porto (se encontrar editora, claro!) Abraço em sopro, Joana