terça-feira, setembro 02, 2008




E na palma da tua mão
busco ternura
sem contar meses,
anos, dias,
sem saber dizer
se já te chorei
por inteiro
o suficiente
para não voltar
a perder-te
*

Vasco Gato
in
"Um mover de mão"

1 comentário:

AM disse...

deixa-me chorar aqui um bocadinho...