domingo, julho 06, 2008

Obrigada por te lembrares Pd **

+
Photobucket

colagem por Nachotta

*

"..E as árvores despidas, o vento, a chuva, os anúncios luminosos de Lisboa, tudo tinha o teu nome e me falava de ti, tudo era ao mesmo tempo, tentação e perdição.Ou talvez só o amor do amor, a melancolia da cidade à chuva, a tristeza dos eléctricos vazios atravessando a noite a tilintar, a solidão da grande cidade, os sapatos molhados e o orgulho ferido, perdido de amor, perdido como nunca ninguém por ninguém, senão eu, em Lisboa por ti."

^Manuel Alegre
in
A terceira rosa

3 comentários:

blue kite disse...

Comentário light, mas ainda assim comentário...

"Já sinto saudades de Lisboa" ... with or without you

P.D. Hewson (o que pula ai ao lado)

Queen Frog disse...

:) q bonito!

Maurette disse...

Que beleza!... Fico feliz por ter ido falar com Manuel Alegre. Um lindo poema quase triste de alguém que é Alegre além do nome... Adorei.
Obrigada pelos versos que deixaste na Teresa. Essa moça realmente é de louça e de cristal, mais portuguesa impossível e ainda assim muito lírica e também brasileira, já que gravou coisas nossas de 1930 a 1970 e fez um show lindo, que tive a chance de assistir.
E com Carreras, então... sopa no mel!
Beijos
Maurette