domingo, dezembro 30, 2007


Tela de Ivan Rabuzin
*ª*
+
Em cada partida uma pena
..............................................Em cada partida uma mão de aço
.......................................................................................................Em cada partida um dia no tempo
.................................Em cada partida o balanço de uma saudade ainda morna
.....
....
....

segunda-feira, dezembro 10, 2007

“O poema não tem estrofes, tem corpo, o poema não tem versos, tem sangue, o poema não se escreve com letras, escreve-se com grãos de areia e beijos, pétalas e momentos, gritos e incertezas."
*
José Luís Peixoto

»
«

«

.......HOJE EU SÓ QUERIA SER ALGO EM ALGO.................