sexta-feira, setembro 01, 2006

"E espero ao telefone que me digam se sou feliz, real, ou simplesmente uma espuma de cinza em muitas mãos."
António Franco Alexandre
in Quatro Caprichos

6 comentários:

A. disse...

...tantas vezes fui essa assim.
a que espera...e escorre por entre dedos propositadamnete abertos.





...apenas nós podemos dizer.

Musician disse...

Essa frase também se identifica comigo! Gostava de saber...
Um beijinho.

Beguinha disse...

Mas olha que a resposta está em ti...

Sistermoonshine disse...

Não esperes que do outro lado da linha te digam o que só tu podes sentir...

João Garcia Barreto disse...

Diria a Rosa Lobato Faria numa canção:

" O telefone, a tua voz
E tudo se anima num segundo...
Falar de nós, falar por nós
É estarmos em linha com o Mundo..."

Desdenhando a utilidade de um telefone e de um telemóvel, digo-te, aqui, embora tenha só observado o teu rosto duas vezes, que desejo muito que sejas feliz... Um sopro para ti...

blue kite disse...

"Cell phones ... those litle dangerous divices"

Paul Hewson, Chicago Vertigo Tour