sábado, agosto 05, 2006

O oiro da asa baixa O tempo calado no
arco dos olhos
.
from: Asas e penas de Emanuel Jorge Botelho, Edições & etc
fotos by me : Arrábida

4 comentários:

Musician disse...

Uau!
Adorei as fotos!

Beijinho*

Sistermoonshine disse...

Todos os poemas têm pássaros...e voam!

A. disse...

"Libertas
Equalitas
Fraternitas
Pulcrae Sunt

Há uma calma precisa
Como um véu encobrindo a ansiedade premente..."

(Aves e Penas/Jorge Palma)

Ana Maria disse...

gostei muito do seu blog e considero-o rico em informações ligadas à nossa cultura.
sinto-me uma pesquisadora por aqui.
obrigado.