sexta-feira, junho 30, 2006




pergunto se posso dizer o teu nome a uma flor
flor o teu nome sussurrado pétala a pétala
letra a letra uma flor desfolhada na terra.
.
[José Luís Peixoto] @ "A criança em ruínas"





*
*

Hoje tentei ver-te,ou só ver-te a ti através de outros, ou de outros através de ti
e sei que, quando falas, todas as línguas se entrelaçam e dão o sabor que procuro, nos teus lábios,
pelos teus lábios, pelo teu hálito ou por ti acima.E de quando é a hora do recordar
tudo se torna patéticamente real como um olhar de pássaro a adoçar a presa.
.
[ Lx mês de Junho ]

terça-feira, junho 20, 2006



......Não há tempo entre o medo e o desejo.
@
................ ........ Jorge de Sousa Braga in Imagens do Rio
[ fotos tiradas algures no Porto ]

terça-feira, junho 06, 2006

[ tão simples
como

não existir;
ou

simplesmente
o facto de
andar p´los
subterrâneos da alma ]

......
..
.
chorar [0]
não chorar [1]






"Hoje não estou cá
.................. .............................morri para obras."



A. M.