sábado, abril 29, 2006



Photos by me
*
Porto@p´las ruas

.
:
Só caminhndo bastante se chega bem perto...
[...]
Caminha-se e deixam-se para trás os corpos...

[...]

Caminha-se ainda, seguindo o rastro de lixo..
[...]

Caminha-se sempre e,à direita...
[...]

[...]
O que se vê SÃO DUAS MÃOS apenas...
[...]

Enfrenta-se devagar,sem presas...
[...]
.
.

frases retiradas de
" O Porto: orgulho e ressentimento"
M. Jorge Marmelo


quarta-feira, abril 19, 2006



tenho.um. restolhar. de. asas. por. cumprir...e. um .pedaço. de. papel .para. vencer. se. a. mão. não. sair. dormente. do. desencanto.

terça-feira, abril 11, 2006








[...]
Um homem e uma mulher que tinham olhos e coração e fome de ternura
e souberam entender-se sem palavras inúteis
Apenas o silêncio A descoberta A estranheza
de um sorriso natural e inesperado

Não saíram de mãos dadas para a humidade diurna
Despediram-se e cada um tomou um rumo diferente
embora subterraneamente unidos pela invenção conjunta
de um amor subitamente imperativo
:
Daniel Filipe (ver)
exerto de
"A invenção do amor"



terça-feira, abril 04, 2006

Como uma ilha
Sózinha
Prende-me em ti
Agarra-me ao chão
Como barco em terra
Como fogo na mão

Como vou eu esquecer-te
Como vou eu perder-te
Se me prendes em ti.
.
.
@photos by me
@excerto do poema de P. Abrunhosa "Como uma ilha"