segunda-feira, fevereiro 27, 2006


foto tirada daqui Lotta Pia Kallio



"...nada me resta dizer. Apenas queria escrever-te. Com dedos de carvão que se desfazem em cada letra que tento despejar no papel."

Faíza Hayat

7 comentários:

Fernanda Carvalho disse...

"...dedos de carvão que se desfazem em cada letra que tento despejar no papel."
Lindo
Adorei
~º(",)º~
Fernanda

blue kite disse...

É tão belo que adjectivar só tornaria a sua beleza banal..

damadespadas disse...

Quantos dedos terias de possuir para todas as palavras que já despejaste no papel?Tantos quantos as palavras já ditas (ou talvez mais).
*

paula. disse...

Há sempre algo para ser desenhado por palavras...

:)*

Mikas disse...

Escreves coisas muito bonitas! Parabéns.

=)*

Beguinha disse...

Sobre o que escreves... nada digo... guardo as palavras comigo. Mas quero dizer-te que ía gostar muito de te ouvir falar de ti... de quatro em quatro... não te passei a batata quente para não ser repetitiva e cansativa e outras coisas acabadas em "iva".

Mikas disse...

linkei-te ok?

=)