segunda-feira, fevereiro 27, 2006


foto tirada daqui Lotta Pia Kallio



"...nada me resta dizer. Apenas queria escrever-te. Com dedos de carvão que se desfazem em cada letra que tento despejar no papel."

Faíza Hayat

terça-feira, fevereiro 21, 2006


"...Quem foi que à tua pele conferiu esse papel de mais que tua pele, ser pele da minha pele..."




...Nada garante que tu existas
Não acredito que tu existas
Só necessito que tu existas..."
.
ambos os textos de
@ David Mourão Ferreira
@
......... photos by me

quinta-feira, fevereiro 16, 2006

5 hábitos meus
ou
5 manias minhas
ou
simplesmente
o que sou eu quando

não habito outra pele...

tenho o hábito de :
.
:
Sorver as madrugadas
.
Respirar silêncios
.
Perscrutar olhares
.
Amar o que não devo
.
Sentir palavras a mais

terça-feira, fevereiro 14, 2006

........................................... Um dia
.............................................todos

................................................os corações
..................................................terão
...................................................asas.

made by me



quinta-feira, fevereiro 09, 2006

fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir

fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir
fugirfugirfugirfugirfugirfugirfugirfugir

domingo, fevereiro 05, 2006


Tenho um sorriso fechado
Na palma da minha mão
Sorriso que foi achado
Caído no meio do chão

Um sorriso que era vento
Desenrolado do azul
Em que as minhas velas pandas
Se enfunaram para o Sul
Rumo a qualquer fim do mundo

Uma ilha tropical
Onde o meu corpo confundo
Com vento, suor e sal
Era esse o teu sorriso
O sorriso que me davas
Onde os teus olhos nos meus
Eram dois potros com asas

À tua espera na praia
Fiquei pela tarde fora
No alto daquele rochedo
Onde um minuto é uma hora !

E não vi o teu sorriso
Surgir da areia ou do mar
Nem tive um porto de abrigo
Nem foste um barco a chegar

Se me dissestes que morreste
Não acredito! Não posso...
Andavas sempre comigo
E o teu sorriso era o nosso

Hoje guardo o teu sorriso
Fechado na minha mão
A contrastar com o siso
Que trago no coração


Luís Represas
in

Sorriso
.
.
#
Beliscou-me o olhar com ternura.
Disse apenas : _Amo-te e recostou-se no vão de uma palavra por dizer...
#




Foto de autor desconhecido