quinta-feira, setembro 22, 2005

e de repente o mundo fechou-se
abriu-se o vento
perdeu-se a voz
e tu entraste
Cidades Unidas___________________
taken by me
.
.
Se fores pela direita
Olharei em redor
Se fores pela esquerda e descansares
Olharei em redor
.

O meu olhar há-de acompanhar-te
Como a poeira à volta dos teus pés
.

Se desceres à planície
E fizeres a tenda com o véu da mulher
Não desviarei o olhar
Não dividirei a túnica
.
Se fores pelo centro de ti mesmo
Tactearei
Abrirei a mão e estarás próximo
Basta respirares
E olharei em redor

:
.
Daniel Faria





7 comentários:

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
damadespadas disse...

"Onde estiveres, eu estou. Onde tu fores, eu vou. Se tu quiseres assim, meu corpo é o teu mundo, um beijo um segundo...és parte de mim." P.A

Rita disse...

"gosto de ti porque gosto. gosto de ti porque sim. gosto de ti porque sei. que tu tb gostas de mim" *

Anónimo disse...
Este comentário foi removido por um gestor do blogue.
Anónimo disse...

Por vezes é-me muito difícil comentar os teus posts...fica quase tudo dito, quase tudo nos meus olhos. Sempre longe, como uma miragem.

E "quase" e' uma palavra que detesto.

:)
beijinho C,
paula.

BloodyMary disse...

"A minha generosidade é tão ilimitada como o mar. O meu amor é igualmente profundo. Quanto mais te dou mais tenho para dar...porque ambos são infinitos!"

Shakespeare in love

:)

TMara disse...

como a poeira...Bom f.s Bjs e ;)