sexta-feira, julho 29, 2005

--- e de lá tanta água do tempo que aconteceu...
Lês em silêncio?----
*


taken by me
(a)olhar DE UM CAIS
:
:
.
O velho poeta
:
:
O seu desejo era que plantassem
um espinheiro numa nesga de
.
.
terra frente ao mar e ao rio
e que ele florisse nem
.
.
que fosse uma única vez.
Esse espinheiro protegê-lo-ia
.
.
mais do frio que um edredão.
A nesga de terra continua lá
.
.
e o mar e o rio e a manhã.
Só o espinheiro e o poeta
.
.
é que não.
:
:
_______Jorge de Sousa Braga

3 comentários:

Sistermoonshine disse...

"Barco no Douro à deriva"

paula. disse...

A foto está mto boa...:-)

Um beijinho, voltaremos a falar quando regressar e prometo que venho mto melhor. :-)

paula.

Rose_ disse...

"Se eu voltar para trás...
Será que dizes que sim, outra vez. Tomas conta de mim
De vez em quando
Se eu voltar..."

P.A.