sexta-feira, maio 13, 2005

à Rose
foram tantos os abraços
foram tantos os passos
foram tantas as ruas
foram tantas as amarguras
foram tantas as palavras
foram tantas as madrugadas
foram tantas as mãos
foram tantos os chãos
foram tantos os acordares
foram tantos os olhares
foram tantos os rios
foram tantos os frios
tantos os ecos
os toques
as pontes
...

5 comentários:

Sistermoonshine disse...

E não há nada como atravessar a ponte-a-pé!

Marco António disse...

Lindoooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooooo
Adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii
Não tenho palavras...... a não ser
foram tantas as vezes que reli...

Anónimo disse...

"Tanto de ti..."

RoSe_

João Garcia Barreto disse...

Gostei daquilo que li... O teu ser já faz parte de mim...

Anónimo disse...

*
amei.
paula.