sábado, novembro 20, 2004


Porto_ ao acordar

estranha é a cidade sem o teu rosto - vazia.
(...)
estranha é a cidade sem o teu toque - despida.
(...)



2 comentários:

Folha|em|Branco disse...

Doçura...*

Cimbalina disse...

Não feches a janela...abre-a!