sábado, novembro 06, 2004

...E porque a esta hora, eu devia estar a tomar um café oferecido por uma outra Sombra,que não eu,(sim, é p´ra ti Ss) e à qual eu presto desde já o meu obrigado, pelo facto de mais uma vez a tua argúcia não te ter deixado mal e de me ter "nickado" com este nome que tão bem me assenta...
...E porque a foto do Post anterior me avivou a saudade...
...E porque todos os dias não chegam...
..E porque hoje tive o privilégio de escutar alguém, que tão bem soube dizer poesia dessa grande senhora chamada Sophia de Mello B. Andresen, ficando-me na memória esta....e apenas esta frase de um dos seus poemas:
" O Porto é o lugar

onde para mim
começam
todas as maravilhas
e todas as angústias"
...Ou porque simplesmente todos os agradecimentos à pessoa que me "mostrou" essa cidade nunca serão demais...
*

SombrArredia

2 comentários:

Cimbalina disse...

Um dia - prometo-me -
hei-de escrever um livro
sobre esta cidade de cinza
ou sobre a minha solidão
o que é, na verdade, a mesmíssima
coisa!

como a manhã disse...

De todas as casas uma varanda que se estende
Só uma completa
Dos teus olhos repleta
Uma varanda
Que ninguém entende.

C.