sexta-feira, outubro 01, 2004



Uma ponte p´ra lá e p´ra cá
Um olhar triste e doce
Uma mesa de espanto
Uma dor de poeta
Uma vontade de permanecer
Uma luz que rasteja
Um soluço de alvorada
Um sorrisio ao adormecer
Um lugar sempre teu
Um lugar sempre nosso...
é isto que te fica na invenção do que foi concretizável
I

2 comentários:

Cimbalina disse...

" A ponte é uma passagem p'rá outra margem..."

como a manhã disse...

Obrigada...