domingo, outubro 24, 2004

Sei de cor cada lugar teu
Atado em mim
A cada lugar teu
Tento entender o rumo
Que a vida nos faz tomar
Tento esquecer a mágoa
Guardar só o que é bom de guardar
Pensa em mim
Protege o que eu te dou
Eu penso em ti
E dou-te o que de melhor eu sou
Sem ter defesas que me façam falhar
Nesse lugar mais dentro
Onde só chega quem não tem medo de naufragar
Fica em mim que hoje o tempo dói
Como se arrancassem tudo o que já foi
E até o que virá
E até o que sonhei
Diz-me que vais guardar e abraçar
Tudo o que eu te dei
Mesmo que a vida mude os nossos sentidos
E o mundo nos leve para longe de nós
E que um diao tempo pareça perdido
E tudo se desfaça num gesto só
Eu vou guardar cada lugar teu
Ancorado em cada lugar meu
E hoje apenas isso me faz acreditar
Que vou chegar contigo
Onde só chega quem não tem medo de naufragar

4 comentários:

João Garcia Barreto disse...

Existem canções imensuráveis no tempo...

como a manhã disse...

A Mafalda Veiga tem este dom... de na simplicidade fazer de tudo o perto. Hoje tu, mais perto...

Cimbalina disse...

E eu que tenho tanto medo (quanto vontade) de naufragar...

notanymore disse...

"E o mundo nos leve para longe de nós..."...e quando isso acontecer?..